As boas relações do prefeito eleito do Rio em Brasília, Marcelo Crivella, podem gerar mudanças significativas para a cidade. Na terça-feira (1), o então senador disse que Michel Temer recebeu bem a ideia de municipalização do porto do Rio de Janeiro. A proposta tem por objetivo aumentar a receita da cidade. Hoje o porto é administrado pelo Ministério dos Transportes.

“Acabei de falar [com o Temer], falou que vai estudar. Já conversei com o ministro dos transportes e disse que ia estudar”, disse Crivella ao G1. O encontro entre o bispo e o presidente da república aconteceu em jantar no Itamaray oferecido ao primeiro-ministro de Portugal, António Costa.

Se depender de Crivella, a saúde dos cariocas será de responsabilidade exclusiva da prefeitura. Ele afirma não ter medo de ser um gestor pleno do Sistema Único de Saúde. Essa decisão depende, porém, dos repasses do governo federal. Ainda na entrevista concedida ao portal de notícias ele afirma: se pudermos contar com os repasses [do governo federal], e reajustes dos repasses, para que não se estrangule o tesouro municipal. Acho que seria bom para ambas partes”, acrescentou.