Hoje, dia 7 de abril, comemora-se o Dia Mundial da Saúde. Apesar de sua importância crucial, é comum dispensar cuidados graças à recorrente falta de tempo. Mas tomar algumas atitudes simples podem não apenas gerar consequências positivas no corpo, como evitar doenças. Gostou da ideia? Conversamos com alguns profissionais de saúde que separaram dicas de suas áreas de atuação para começar agora a mudar seus hábitos. Confira:

Dra. Márcia Umbelino, geriatra, clínica geral e especialista em medicina ortomolecular:

– Evite comer frituras e grande ingestão de açúcar. Invista em legumes, verduras e fibras. Uma boa alimentação evita diabetes, hipertensão, câncer de intestino e vários outros;

– Estimule a memória fazendo coisas diferentes, como por exemplo: se você é destra, faça coisas com a mão esquerda. Tenha hobbies, faça trabalhos voluntários, todas essas atividades simples podem te ajudar na memória;

– Durma ao menos 7h por noite, isso ajuda a evitar o processo depressivo.

Anderson Costa, personal trainer:

– Procure otimizar os deslocamentos: não adianta treinar na academia mais luxuosa se ela for longe da sua casa ou local de trabalho, isso gera perda de tempo e, consequentemente, preguiça;

– Planeje a sua rotina desde o treino até a alimentação. Não deixe para escolher o que comer quando sentir fome – isso pode modificar a forma como você vê a comida;

– Procure profissionais atualizados que te mostrem um caminho para exercícios tempo-eficiente. Volume de treino não é sinal de qualidade, em muitos casos quanto mais extenso menor a qualidade;

Kalline Fonseca, nutricionista:

-Diminuir o consumo de óleos vegetais ricos em ômega 6, pois eles são inflamatórios e levam ao aumento de doenças como obesidade, acne, doenças cardiovasculares, entre outras. Dentre os alimentos que possuem ômega 6 estão: óleo de soja, milho, canola, girassol;

– Diminuir a ingestão de carboidratos simples e doces, pois o receptor cerebral para vícios é o mesmo da glicose. A alta ingestão de glicose no organismo prejudica a saúde intestinal.O prejuízo na saúde  intestinal  pode levar a doenças neurológicas como hiperatividade, mal de Alzheimer, Parkinson, depressão, doenças inflamatórias do intestino, entre outras;

– Inclua comida de verdade em sua alimentação, se possível orgânica, pois você só terá benefícios e saúde.

 

Imagem: https://goo.gl/images/vyyfNp