Texto: Adriana Araujo

Em tempos de crise, a produção e comercialização de produtos para levantar dinheiro extra ou como alternativa para aqueles que perderam o emprego no mercado formal e ainda não se recolocaram se torna bastante comum. Com a proximidade da Páscoa, no próximo domingo, moradores da Zona Oeste investem na comercialização de produtos voltados para a data. Esse é o caso de Wallace Laudadio e Maria Clara Caldas, que vendem ovos de colher e doces variados para a ocasião.

Moradora de Inhoaíba, Maria Clara Caldas conta que após ficar desempregada resolveu investir na comercialização de doces em geral. Para a páscoa, a doceira preparou ovos de colher, ovos e bombons, com valores entre R$10,00 e R$35,00. “Fiquei desempregada há dois anos e com a dificuldade em me recolocar no mercado de trabalho, comecei a fazer bolos para festas, bolo no potinho e doces.  A páscoa é uma ótima oportunidade para aumentar a renda extra”, conta.

O estudante Wallace Laudadio, morador de Padre Miguel, também viu na data uma oportunidade de obter uma renda extra: “Eu e minha namorada trabalhamos em conjunto, pois ambos somos estudantes. Em meio a essa crise, um dinheiro a mais nunca faz mal”, comenta. Entre os produtos vendidos pelos jovens estão ovos de colher, trufados e tradicionais, além de trufas. Os valores dos produtos variam de R$15,00 a R$70,00.

Apesar da crise, ambos relatam boa receptividade junto aos clientes. “A receptividade está sendo muito boa. As pessoas ficavam desconfiadas por ser algo online, mas eu não colocaria meu negócio em risco”, analisa Laudadio.

“A receptividade está sendo ótima, faço bastante propaganda nos grupos do Facebook, na minha página (www.facebook.com.br/doceriaclarascakes), boca a boca com indicações dos meus clientes. Pois ultimamente tem crescido esse nicho de mercado, e conquistar o cliente é sempre um desafio, é preciso manter qualidade com bom preço mediante a concorrência”, avalia Maria Clara.

Maria Clara conta que trabalha com doceria e confeitaria durante todo o ano, aproveitando as datas especiais como a páscoa para oferecer produtos típicos. “Meus produtos são feitos com produtos de primeira linha, para garantir a qualidade final. Os clientes montam o ovo de colher conforme seu gosto, escolhendo o tipo de chocolate, o recheio (podendo colocar até três opções em um ovo) e a cobertura. Além da elegante embalagem”, explica.

Laudadio conta que já trabalhou com produtos artesanais e que pretende continuar investindo no negócio. “Não creio que paremos por aqui, estamos com grandes projetos de continuar. Nosso diferencial é o amor que temos pela cozinha”, finaliza.

Contatos:

Maria Clara Caldas: 96691-5901

Wallace Laudadio: 98828-1614

Imagem: Pixabay