Ontem, 29, foi celebrado o dia de São Pedro, santo padroeiro dos pescadores. Em comemoração, acontece este fim de semana, dias 30, 01 e 02,  a festa de São Pedro Apóstolo, com barraquinhas e apresentações culturais, além das tradicionais missas, realizadas na Paróquia São Pedro Apóstolo, em diversos horários. O encerramento será feito no domingo, com procissão dos barcos, às 16h.

A festa reflete toda a cultura pesqueira presente no bairro da Pedra de Guaratiba. O presidente da Associação de Agricultores e Pescadores da Pedra de Guaratiba, Isac Alves de Oliveira, conta um pouco da história da localidade: “A atividade pesqueira foi por muitas gerações a principal atividade econômica e cultural em nossa regiao (Pedra de Guaratiba e Sepetiba). Devido à grande fartura de pescados, a maioria dos nossos jovens seguia os mesmos caminhos de seus pais e se tornavam pescadores. O comércio girava em torno da pesca, com muitas peixarias, assim como muitos restaurantes especializados em frutos do mar. A Pedra de Guaratiba foi um importante centro cultural e gastronômico. Devido às belezas naturais da região, muitos artistas plásticos aqui fixaram residência, inspirados por nossas paisagens. A festa de São Pedro até hoje atrai muitas pessoas dos vários bairros da Zona Oeste, sendo esta a única atividade tradicional que persiste”, declara Oliveira, que começou a pescar há quase 30 anos, desde que se mudou para Sepetiba.

A pesca foi, durante muitos anos, fonte de renda para diversas famílias da região, conforme de acordo com Oliveira. Hoje, no entanto, o cenário já não é mais o mesmo: “A pesca em nossa baía, que sempre foi uma atividade profissional bem rentável, hoje passa por sérias dificuldades. Nossa baía já foi considerada como um dos maiores berçários da pesca em nosso estado, mas está, a cada ano, se definhando e com isso a pesca segue o mesmo caminho. A crescente expansão das atividades portuárias e industriais, além da ocupação desordenada dos bairros no entorno da baía, sem qualquer planejamento, vêm aumentando muito a emissão de esgoto industrial e residencial (in natura) diretamente em nossas águas. Hoje afirmo que, se providências imediatas para frear estas atividades não forem tomadas, em pouco tempo nossa baía estará pedindo socorro”, enfatiza o presidente da Associação de Agricultores e Pescadores da Pedra de Guaratiba.

A programação da tradicional festa de São Pedro pode ser consultada na página da Paróquia São Pedro Apóstolo no Facebook (https://www.facebook.com/pspapedra/) e no site da igreja (http://www.pspapedra.com.br/).

 

Imagem: Rita de Cássia da Costa