Uma grande área de lazer bem no centro de Campo Grande, na Zona Oeste da cidade. Em breve este sonho se tornará realidade por meio da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente: o Parque de Campo Grande, inspirado no Parque Madureira, anunciado em 11 de outubro. Serão 122 mil metros quadrados de área verde – sendo que 22 mil metros quadrados destes são destinados a uma reserva ambiental – às margens do rio Campinho, próximo da Avenida Brasil.

Após o anúncio, o escopo elaborado pela Fundação Rio-Águas está sendo detalhado pelos técnicos, que em breve devem iniciar também a fase de aprovação das licenças necessárias para a construção. “Em três meses serão resolvidos estes trâmites administrativos para que possamos iniciar as obras já no próximo ano”, afirma o secretário municipal de Conservação e Meio Ambiente, Jorge Felippe Neto.

As obras devem ser divididas em três lotes para execução. No primeiro trecho está reservada área para a construção de uma Escola Municipal, uma área esportiva, skate park, área de lazer infantil, quiosques, pomar, horta aromática, jardim labirinto e área de piquenique.

A segunda etapa é dedicada aos esportes radicais para os pequenos: bicicross infantil, arvorismo, tirolesa e escalada estão previstos neste trecho. As crianças poderão ainda se refrescar no lazer com água. As expressões artísticas e esportivas urbanas também terão espaço neste lote, com a construção do Espaço Cultural do Grafite, palco para apresentações de street dance e quadra de basquete de rua. Tudo isso acompanhado de uma feira de artesanato e praça de alimentação.

No terceiro estão previstos o Anfiteatro, espaço para a terceira idade, prédio administrativo, ciclovia e bicicletários. O projeto prevê também quiosques e 500 vagas de estacionamento.

 

A previsão é entregar o primeiro trecho do parque no fim de 2019 ou início de 2020.