Texto: Adriana Araujo

Com a entrada da segunda quinzena de janeiro, as férias escolares vão chegando ao fim e com isso uma preocupação para os pais que precisarão matricular pela primeira vez seus filhos na escola ou mudá-los de instituição: qual a melhor opção? Do outro lado, as escolas também precisam ser atrativas para os pais dos novos alunos e uma das estratégias utilizadas é oferecer uma carta de atividades complementares, que possibilitem aos responsáveis a comodidade de ter no mesmo ambiente, além do ensino regular, ocupações como esportes e artes. Esse é o caso do Centro Educacional Meireles Macedo (CEMM), em Guaratiba, que oferece inúmeras atividades extraclasse gratuitas no contraturno escolar para seus alunos.

“No Ensino Fundamental II os alunos estudam no turno da manhã e na parte da tarde são oferecidas aulas de reforço escolar, monitoria, preparatório e diversas atividades esportivas e artísticas. Nossa escola oferece atividades extraclasse gratuitas para os nossos alunos: futsal, voleibol, handebol, basquetebol, badminton, judô, balé, jazz, teatro e música. Respeitando a faixa etária de cada modalidade, com a permissão do responsável e liberação de um médico, nossos alunos podem realizar gratuitamente, e fora do horário de aula, as atividades do Núcleo Esportivo Meireles Macedo” explica a coordenadora pedagógica do CEMM, Camila de Souza.

Para a educadora, esse tipo de abordagem garante um aprendizado mais amplo e que favorece uma formação mais sólida do indivíduo. “Nossa proposta pedagógica é fundamentada na busca da educação para a vida, que transforma o educando em protagonista do processo educacional de aprendizagem, favorecendo a evolução consciente de sua dignidade e responsabilidade enquanto cidadão. Além disso, em parceria com o projeto ‘Escola da Inteligência’ do Augusto Cury, as crianças trabalham e ampliam seus conhecimentos socioemocionais, a partir de atividades com a turma e os professores. Os pais também são participantes ativos nesse projeto e atuam não só em casa com atividades específicas, como também em encontros dinâmicos na escola”, conta Camila.

O Centro Educacional Meireles Macedo atende a alunos do berçário ao 9º ano do Ensino Fundamental II (creche, pré-escola e ensino fundamental). Do berçário ao 5º ano são oferecidos dois turnos (manhã e tarde) e para os alunos do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano), a proposta são aulas no turno da manhã e atividades complementares no turno da tarde. As matrículas para 2018 ainda estão abertas e as aulas terão início no dia 5 de fevereiro para o Fundamental II e no dia 6 para os alunos da Educação Infantil ao Fundamental I. A unidade tem algumas condições especiais como a ação “Meu amigo é nota CEMM”, que funciona da seguinte forma: o aluno que indicar amigos para estudarem na escola receberá 20% de bolsa de estudos para cada indicação, ou seja, ao indicar cinco amigos, ele pode estudar de graça (o desconto é válido somente para o horário parcial). Além disso, a unidade oferece desconto para o pagamento da mensalidade até o dia 5 de cada mês, monitoria gratuita para os alunos do 6º ao 9º ano, preparatório gratuito para os alunos do 9º ano, e parcerias diversas com cursos de idiomas, academia etc.

Sobre o Centro Educacional Meireles Macedo 

O Centro Educacional Meireles Macedo (CEMM) foi inaugurado em novembro de  2001 e era um sonho pessoal da professora Telma Meireles, moradora de Campo Grande, que desde a adolescência já dava aulas particulares, pois sempre teve gosto pelo ensino. ” O  local para fundação do colégio foi escolhido por se tratar de uma área carente e que necessitava de novas possibilidades e transformações na comunidade. O CEMM veio para fazer a diferença na vida de toda região, incluindo alunos, responsáveis, comunidade escolar em geral e até mesmo o comércio local, sendo esse beneficiado com o crescimento da escola”, afirma a coordenadora pedagógica do CEMM, Camila de Souza.

 

Imagem: Divulgação