Ascendência Negra promove a resistência negra através de feira afroempreendedora, roda de conversa, workshops de tranças nagô, música e até karaokê

Pela quarta vez, o Viaduto Novo de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, recebe mais uma edição do Ascendência Negra, evento que promove a resistência negra no bairro por meio da cultura. Idealizado pela empreendedora e produtora cultural Gabriela Azevedo, do Trança Terapia, negócio social dedicado às ações de representatividade negra, acontece no domingo (8), das 9h às 19h, com o tema ‘Quem Canta seus Males Espanta”.

“Durante todo o evento falamos de futuro e de oportunidades para o povo negro, sempre valorizando o passado, num formato muito descontraído com música. É um espaço para compartilharmos conquistas e ideais em busca de desenvolvimento sociocultural na Zona Oeste”, destaca Gabriela Azevedo.

O evento começa com um workshop de trança Nagô, que tem custo de R$25,00 + 1 kg de alimento não perecível, que será doado para uma instituição no bairro. Também acontece uma roda de conversa sobre produção musical no mundo negro. Durante todo o evento, uma Feira Empreendedora terá em exposição produtos de vestuário, acessório e gastronomia.

A música fica por conta de  Elizio de Búzios, Bruna de Paula, As Negas e o Grupo Filhos de Jovem. Para aqueles que quiserem se arriscar a cantar, vai rolar um animado karaokê e os ‘cantores de plantão’ poderão soltar a voz acompanhados de um grupo de pagode.

 

Serviço:

O que: Ascendência Negra | Música, afroempreendedorismo e cultura

Quando: 08 de abril (domingo), das 9h às 19h

Onde: Rua Campo Grande, 8 – Viaduto Novo de Campo Grande

Quanto: Entrada Gratuita

Imagem: MFIVE